Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

Prevenção do Cancro da Mama

 

 

Bom fim de semana, fodam muito mas com segurança, e tenham cuidado com o vosso corpo.

publicado por provoca-me às 13:31
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011

Entrevista a Camille Crimson

Quando começaste esta experiência de fazer filmes sobre sexo oral – ambos fazendo-o -, Camille Crimson a masturbá-lo e a fazer ‘garganta funda’?

 
Já lá vai um tempinho. Lançamos o site no Outono de 2007.

 
Ponderaram muito acerca, e antes de, começarem a fazer estes vídeos?

Na verdade, nem por isso. Nós sempre gostamos de explorar fotografia e cinematografia. Sempre tivemos uma vida sexual vibrante e apaixonada e já tínhamos a Dolorem, o nosso site de fotografia sensual, por isso pareceu-nos um próximo passo bastante lógico.


Como avaliam esta experiência? Estão a gostar de fazer?

Eu absolutamente adoro o que faço e é uma experiência muito enriquecedora.


O que te excita mais: masturbação ou sexo oral?
Se sexo oral, preferes praticar ‘garganta funda’?

Eu gosto de tantas coisas diferentes, por isso não gosto de fazer distinções nem escolhas. O melhor tipo de prazer é aquele em que eu posso fazer o que quer que eu goste. Eu adoro fazer ‘garganta funda’, mas também gosto de lamber, beijar, chupar, acariciar... Faz tudo parte de fazer um bom broche.  

Têm tido muitos seguidores do vosso trabalho?

 
Sim, tenho sorte de ter imensos fãs fantásticos que adoram aquilo que faço.


Em geral, qual é a opinião do público em relação ao vosso trabalho?


Bastante positiva. É diferente do que a maioria dos filmes porno e as pessoas adoram porque é uma mudança diferente e refrescante na ‘indústria de adultos’.


O que vos distingue da maioria dos actores/actrizes que também praticam sexo oral e masturbação nos seus próprio filmes?

Bom, para começar não somos actores. Somos um casal verdadeiro que se ama e tentamos mostrar sempre a nossa sexualidade autêntica. Portanto não é performativa como o porno em geral. Claro, existe uma câmara, mas é um sentimento muito diferente


Existe alguma mensagem que querem, ou tentam, passar, com o vosso trabalho?


Eu espero que as pessoas observem aquilo que fazemos e que se apercebam que o sexo é muito melhor quando existe amor entre o casal, quando se amam mutuamente, e quando se importam pelo prazer de cada um, e isto vai directamente para os homens e mulheres. Não tem haver com “broches”, tem haver com afeição, carinho, e levar tempo a explorar o corpo do parceiro, ver o que gostam e estarem dispostos a fazer com que isso aconteça.

Alguma vez pensaram que estariam a trabalhar nesta área e que se tornariam em fantásticos profissionais?
(vocês são fantásticos naquilo que fazem!)

 
Isto é algo que eu queria já há algum tempo, por isso estou feliz por conseguirmos ter o nosso próprio site e fazermos porno à nossa maneira.


Em que circunstâncias é que começaram a trabalha com pornografia?
Entraram neste mundo por acaso?


Nós andávamos a ter óptimo sexo e a filmar e fotografar apenas por diversão. Nós estávamos a criar websites para terceiros nessa altura, e tivemos um cliente horrível que não nos pagou e era um contracto enorme e importante, então acabamos por nos fartar de lidar com outras pessoas que acabámos por decidir fazer algo para nós e por nós, e a pornografia foi uma escolha bastante óbvia baseando-se nos nossos gostos e interesses.


É fácil fazer ‘garganta funda’?


Eu penso que é algo que pode ser aprendido, mas é necessário prática e tem-se que fazer lentamente.


Como aprendeste a fazer?

Fazendo e errando. Foi mesmo assim.
Com o passar do tempo, habituei-me e foi a minha curiosidade e paixão que me fez continuar.

Que tipo de prazer obtens quando o fazes?


Eu apenas gosto de fazer o meu namorado sentir-se bem. Não é, necessariamente, a parte mais importante num broche, mas é outro aspecto que faz com que ele se sinta bem.  


Gostarias de ensinar outros a fazer ‘garganta funda’?


Eu espero que as pessoas vejam os meus vídeos e observem as técnicas que uso em vários aspectos e momentos do broche em si, e porem isso em prática.


Qual é o teu motivo para não usares preservativo nos vossos filmes?


Não há motivo. Eu filmo apenas com o meu namorado, e fazemos análises constantemente portanto podemos fazer sem ele (preservativo). Não é algo que se deva de fazer, mas é neste ponto que nos encontramos na nossa relação pessoal.


Sentes mais prazer com ela pratica ‘garganta funda’ em ti, ou é o mesmo como quando ela faz outras coisas sexuais?


Eu não posso responder pelo Mike, mas julgo que ele gosta de todos os aspectos da nossa vida sexual e não apenas ‘garganta funda’.


Que mensagem queres deixar àqueles que estão neste momento e dar os primeiros passos na indústria pornográfica ou que estão a pensar em fazê-lo?


As pessoas necessitam de fazer algo especial. Porno não recebe atenções se não passar do mesmo “porno” que sempre vemos. Encontrem uma maneira de serem autênticos e genuínos, e por favor, por favor e por favor tentem aprender técnicas de edição, de filmagem e de fotografia.


É fácil para vocês ganharem reconhecimento pelo trabalho que têm vindo a fazer? Se sim, é fácil manterem o vosso nível de qualidade?


Dá imenso trabalho publicitar porno que provém de humildes iniciantes, mas estamos a fazer algo diferente e especial, portanto após algum tempo, as pessoas notam.

As pessoas (fãs) abordam-vos na rua? Se sim, o que vos dizem?


Nunca aconteceu, por acaso.


Recebem, normalmente, e-mails de apoio, com mensagens positivas e críticas construtivas?


Todos os e-mails que recebo são sempre bastante positivos, algumas vezes com sugestões, mas nunca são críticas.

 
Se sim, aprendes com as mensagens?

Eu apenas aprendo o quanto as pessoas apreciam o facto de terem acesso a um porno mais sensual, lindo e realista.


Recebem propostas de pessoas que querem começar a trabalhar nesta indústria?


De tempos em tempos, e nós tentamos sempre ver se estão a ser sérios quanto a isso.


Se os recebem, todas as propostas são suficientemente interessantes para vocês?

Nós criamos um site para um outro casal chamado http://www.pornographiclove.com pois  eles encaixam na perfeição, portanto se existem pessoas decentes e certas, de certeza que pode resultar.

Vocês são apenas profissionais ou são mesmo um casal verdadeiro?


Somos um casal verdadeiro. Estamos juntos há já 16 anos.


Foi-vos fácil entrarem na indústria pornográfica?


Nunca nada é fácil, mas valeu a pena. 


Sempre tiveram propostas de trabalho?


Nós só trabalhamos para nós, por isso criámos o nosso próprio site e conteúdo.


Alguma vez pensaste em desistir?


Não, é uma experiência demasiado gratificante e maravilhosa.


Quando começaram a ser reconhecidos em público? 

Nunca antes o fomos. :)

Alguma vez fizeste algo que não tenhas gostado?


Não, nós temos o cuidado de fazermos vídeos e tirarmos fotos que gostamos genuinamente de fazer para mostrar apenas sexo e prazer verdadeiro.


Muito obrigada pelo teu tempo. Desejo-vos tudo de bom!


Muito obrigada e igualmente!

 

 

Entrevista por Pedro Marques

 

Tradução e correcção Sílvia Dias.

publicado por provoca-me às 15:41
link do post | comentar | favorito
|

Interview - Camille Crimson

When did you start this experience of making movies about oral sex –
both of you doing so -, Camille Crimson masturbating you and
practicing ‘deep throat’?

We started the site back in the fall of 2007, so it's been a while now.

Did you ponder a lot about and before starting making this videos?

Not too much, actually.  We always enjoyed exploring photography and
cinematography, we had a vibrant and passionate sex life and we
already had Dolorem, our sensual photography site, so it felt like a
logical next step.

How do you rate this experience? Are you loving doing so?

I absolutely adore what I do and it's a very enriching experience.

What pleases you the most: masturbation or oral sex? If oral sex, do
you prefer practicing ‘deep throat’?

I like so many different things, so I don't like choosing one over the
other.  The best kind of pleasure is when I can do whatever I enjoy.
I love deep throat, but I also like licking, kissing, sucking,
caressing…  It's all part of giving a great blowjob.

Have you been having many followers of your work?

Yes, I'm lucky to have lots of amazing people who enjoy what I do.

Overall, what’s the public’s reaction about your work?

Very positive.  It's different than most porn, and people love it
because it's such a refreshing change in the adult industry.

What distinguish you the most from other actors/actresses that
practice oral sex and masturbation, in their own movies?

Well, we're not actors.  We're a real couple in love and we're trying
to show our authentic sexuality.  So it's not performative like most
porn.  Sure, there's a camera on, but it's a very different feeling.

Is there some kind of message that you’re trying, or would like to, to
pass through your work?

I hope that people watch what we do and realize that sex is best when
you care about your partner and their pleasure, and this goes for men
and women.  It's not about blowjobs, it's about caring to take the
time to explore your partner's body and see what they like and to be
willing to try to make that happen.

Have you ever thought about working in the pornographic world and that
you’d ultimately become fantastic professionals? (you’re amazing on
what you perform!)

It's something that I had wanted to do for a while, so I'm glad that
we can have our own site now and make porn our way.

In what circumstances have you started to work with pornography? Did
you enter this world by chance?

We had been having great sex and shooting videos and photos just for
fun.  We were making websites for other people at the time, and we had
an awful client who didn't pay for a really big contract, so we were
so tired of dealing with other people that we decided we'd rather do
something ourselves, and porn was a very obvious choice based on our
interests.

Is it easy to perform ‘deep throat’?

I think that it's something that can be learned, but it takes practice
and you have to take it slow.

How did you learn to do it?

Just trial and error.  Over time, I got used to it and it was my
passion and curiosity that made me keep going.

What kind of pleasure do you achieve while doing it?

I just like making my boyfriend feel good.  It's not the most
important part of the blowjob necessarily, but it's another aspect of
what makes him feel good.

Would you like to teach others how to perform ‘deep throat’?

I hope people watch my videos and see the techniques I use for various
aspects of the blowjob and take that into practice.

What’s your motive for not using condoms in your movies?

There's no motive.  I only shoot with my boyfriend, and we are tested
so we can go without condoms.  It's not a political statement, it's
just where we are in our sexual relationship.

Do you feel more pleasure when she practices ‘deep throat’ on you, or
is it the same while she’s doing other sexual things?

I can't speak for Mike, but I think that he enjoys all aspects of our
sex life, not just deep throating.

What message would you like to give for those who are only starting in
the “pornographic world” or are thinking about it?

People need to make something special.  Porn doesn't get attention if
it's just the same old porn.  Find a way to be genuine and authentic,
and please please please try to get some tips on editing and shooting
videos and photos.

Is it easy for you to gain reconnaissance for the work you’re been
doing? If yes, is it easy for you to maintain your quality’s level?

It's a lot of work to publicize porn that comes from such humble
beginnings, but we are doing something special and different, so after
a while, people take note.

Do people (fans) approach you on the streets? If they do, what do they tell you?

It's never happened, actually.

Do you usually receive positive and supporting emails, along with
constructive criticism?

The e-mails I receive is all pretty much positive, sometimes with
suggestions, but not really criticism.

If you do, what do you learn from them?

I just learn how much people appreciate having access to more sensual,
realistic and beautiful porn.

Do you get proposals from people that want to start working on the
pornographic industry?

From time to time, and we try to see if they're actually serious.

If you do get them, are the proposals interesting and good enough for you?

We made a site for another couple called
http://www.pornographiclove.com because they fit so well, so if there
are the right kinds of people, it can certainly work.

Are you only professionals or are you a real life couple?

We're a real couple.  We've been together for 16 years now.

Was it easy for you to start your path in the pornography industry?

Nothing is ever easy, but it was worthwhile.  :)

Did you always get work proposals?

We only work for ourselves, so we create our own site and content.

Have you ever thought about quitting?

No, it's too rewarding and wonderful as an experience.

When did you start being recognized by others?

We've never been recognized in public.  :)

Have you ever done something that you didn’t like, before?

No, we make sure to only make videos and photos that we genuinely
enjoy making so that it's realistic sex and pleasure.

Thank you so much for your time. Wish you all the best of the best!

Thank you very much!  Have a great day!

 

 

Interview by Pedro Marques

 

Translation and correction by Sílvia Dias

publicado por provoca-me às 01:32
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Dezembro de 2011

Cock-Hungry Chick

 

Cock-Hungry Chick

 

You loved cock-sucking, guys coming in your mouth, loved to receive guys as a gift, you loved the way they pleasured you with their cocks. And I had the pleasure to invite you into my house, so we’d fuck or for you to, simply, suck my dick. Nowadays I would be delighted only by having a blow job from you and if you’d make me cum. I wish you to fuck me and fuck your sweethearts – wish you to perform and magnificent 69 to all of us.

 

I want to watch you while you fuck, I want to see you on doggy style and giving many blow jobs. You crazy fuck. Ah ah ah. You can’t even imagine how much you arouse me just by watching you fucking me or others. I want you to cum nice and slow, you crazy fuck. You can’t imagine desirable and fuckable you are – how good you suck cocks. All this pleasure, all together, gives me the satisfaction of wanting you to have all these moments. Alongside with your amazing performance and your friends. I’m lost in desire of watching you fuck them and giving blow jobs; for you to fuck me and suck me. Everyday I long for that moment, everyday I turn mad while seeing all the joy-faces your friends have just by the turn-on you give them. I want to hear you moan, I want you to cum and spread away screams of pleasure. I really want you to reach the sexual ecstasy. I hope you turn mad with all the pleasure you get from this wonderful sex we make and from your amazing blow jobs.

 

I cum for pleasure just by the way you fuck me, by the way you suck my cock and just by seeing your shinning face after a blow job is given, or after you ride me, with all that seduction and appeal you have.

 

You perfectly that your lip-service is amazing and your riding is crazy-good, as is well known that you know what it takes to make us cum hard. The way you make us wander, with fully erect cocks and breathless because of how good it feels; the way you turn us mad with your energetic riding and fantastic blow jobs.

 

It’s so nice when you’re on your knees or in doggy style, all ready for us, and, as a reward, you’ll be getting a wonderful sex night, having for dessert big ice creams, from me and from your friends, your favorite to have at your sexual parties.

 

Suck it, suck it, fuck, fuck you crazy bitch, you crazy girl. Suck it, suck it, fuck, fuck you crazy bitch, you crazy girl.

 

I surrender to your fucking style, I simply cum just by thinking about those crazy blow jobs you give me and when I watch you fucking your friends. I cum just by imagining your mouth sucking our cocks and your pussy all ready to have us in.

Precisely by that forgotten Monument, that you like, we had some turn-on and pleasure parties. Ah ah ah. Remember when you confided in me that you were longing for more aggressive moments, like ripping your clothes off or tying you down?! I made an effort of choosing some sexual objects, so you could enjoy the moment. A couple of scarves, feathers, ice cubes...all that for a quick torture moment. Ah ah ah.

 

Tonight we’ll be tying you to the bed that’s by the monument with the scarves, blindfold you, rip your clothes off so we can fuck you hard. Wander the feather around your neck, your body, spank you, bite your soft skin, use the ice cube on your belly and on your nipples, just the way you love. I’ll torture you afterwards. You’ll suffer a little, by being tied and feeling the ice, the feather, the kisses and body fondling. To finalize I have a surprise for you, that we’ll personally love. But don’t you worry, don’t get nervous or scared because we won’t miss any spot – we want to pleasure you to the max, make you cum many times, with this kisses, this fondling and with the feather’s and the ice cubes’ help.

 

Not even on purpose did I let the camera on, so I could tape all these moments, all the doggy-style sex we had and record all these blow-jobs. This way you can review these moments, later, with your friends. You can review these horny, wild and sexy moments you had with your favorite guys and our perfect cocks.

 

Suck it, suck it, fuck, fuck you crazy bitch, you crazy girl. Suck it, suck it, fuck, fuck you crazy bitch, you crazy girl.

 

 

Written by: Pedro Marques Baresi88

 

Translation and correction by Sílvia Dias

publicado por provoca-me às 20:57
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2011

Delicate

Delicate

 

I love the way you play with ‘it’, how you touch it with your hands or your mouths. The way you wander that ‘piece of meat’ with your fingers, with all your delicacy. I really appreciate your own personal way of touching this erect and thick member, how you touch its most sensitive parts. I go crazy while watching you touching, nice and slowly, real smoothly, all the penis’ surroundings, which is all yours in that moment. How pleasurable it is watching you masturbating that cock. The way you touch and cheriss it.

Hmm how pleasurable it is to watch you.

Yeah, like that, give it that, give it that, your naughty, wild girls, masturbate it well and slowly.

Yes lassies, keep going, tender it well. Suck it. Give it hard. Give it. Oh, that’s so good. Give it all you’ve got.

I admire your superb and delicate way of treating that stiff and thick penis, bringing it to its biggest and wildest moment - to the ‘explosion’ moment.

How it turns me on watching your flawless way of sucking and masturbating your partner’s cock. Incredible is the way you play with it, the way you elegantly touch it.

The shuttle back and forth movement that you do with your fingers and tongues is carried to whoever’s watching that major turning on scene

That’s the way, give it that, give it, give it you naughty girls, wild girls, masturbate it well and slowly.

Yes lassies, keep going, tender it well. Suck it. Give it hard. Oh, that’s so good. Give it all you’ve got.

 

Dedicated to Klixen e Camille Crimson

 

Written by: Pedro Marques Baresi88

 

Translation and correction by Sílvia Dias

publicado por provoca-me às 21:22
link do post | comentar | favorito
|

Crazy about sex chick

Crazy about sex chick

 

 

Now, c’mon, take off your lingerie – imediately. Now now, quickly, I don’t have all day and I wanna do you right here and right now. Stop teasing, otherwise you’ll get spanked or whipped. – I refuse to take it off.  – I’ve already demanded you to and that’s what you’ll be doing, like the good girl you are. – I’m surprised. I’d never imagine you’d have the guts to take control, and to tell you the truth, all this facade won’t last long. Ah ah ah. – Fuck, just be quiet and do what I tell you, or you’ll really get it hard. – Ok, I will do what you want. But, wow, let me tell you that this is a major step for you. Lovely, you’re taking advantage of me, yes, well, obviously, with that silly and cowardly whip of yours. Ah ah ah. Before, you were only a coward, now you’re a coward holding a whip. – Just shut up, bitch, unless you want to feel pain.

 

After all her nagging, after all her teasing, making fun of his control-lacking and after his attempt to act dominant, eventually he handed her the whip. She ordered him to sit down on the coach and mounted him without fear and regret, while whispering ‘(I knew you wouldn’t finish this by yourself, ah ah ah, you’re a pussy, you’re weak, but I like you that way, because I can take all the control I want. Ah, ah, ah)’ – I’m so fucked, but I won’t be giving up, although, today, you’ve won me over tiredness. You won’t regret the wait. I can only think the inumerous moments when you took control and fucked me, without even caring if I wanted to or not and without letting me touch you. You’d tie me down and spank me. You’re mean and boor. – And you are nothing but a pussy, but it feels good to ride you and see your pleasure expressions, as you think ‘oh this bitch is so crazy, she won’t go easy on me!’ Ah ah ah.

 

Damn, take me outta here! This way, we’ll be fucking at my parent’s house door. Take me outta here, she’s mad crazy, crazy about sex, loves to control me and tease me.  – Oh what a splendid idea that is! Be aware ‘cuz one day we’ll be doin’ it at your parent’s house door! Ah ah ah. – That’s too much! Oh you’re so crazy!– I know I am. Gladly.  

 

I can already hear the handcuffs’ keys tingling. (Such a crazy for sex chick)   

 

I can feel her coming, coming here to fuck me and ride me hard, like there’s no tomorrow. (Such a crazy for sex chick)

 

I know I’m fucked, even if I don’t want any of this, I don’t have any other choice than fuck her back. Darn it, what a pain. (Such a crazy for sex chick)   

 

Story: Pedro Marques Baresi88

Translation and correction by Sílvia Dias

publicado por provoca-me às 15:28
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011

Entrevista a Sandra Shine

Entrevista a Sandra Shine

 

Tens facilidade em encontrar modelos para pousar e serem actrizes porno para o teu site?

 

-Sim, eu tenho a minha própria agência de modelos o que torna as coisas bastante mais fáceis! É o www.SandrasModels.com

 

É fácil seres agente?

 

- Bom, depende no que se considera fácil. J  Às vezes é difícil trabalhar com as modelos porque ora chegam tarde, ora nem chegam a aparecer, e então tenho que re-organizar tudo em 2 minutos, mas prefiro trabalhar com poucas e boas modelos do que trabalhar com 200 que não são de confiança.

 

Qual foi a cena mais arrojada que já fizeste?

 

- Não tenho a certeza do que queres dizer, mas suponho que a cena mais “engraçada”? Eu gosto de fazer todo o tipo de coisas e cenas que tenham haver com uniformes, principalmente quando temos que ser um pouco mais brincalhonas, como por exemplo eu ser a “Mãe Natal” malandra, ou até um “Coelhinho da Páscoa”. J Este tipo de coisas.

 

Também já enfiei a minha mão inteira, por mim acima, para um filme que fiz para o meu site. Nunca pensei que o conseguiria fazer, mas consegui e amei fazê-lo! Vim-me umas 3 vezes. ;)

 

 

O que é que nunca farias num filme porno?

 

- Eu não contraceno com homens. Apenas fiz uma “cena nos pés” a um actor, recentemente, apenas e só para surpreender os meus fãs. Alguns ficaram felizes com isso e outros nem por isso. Eu tenho fetish por pés, por isso adorei faze-lo! J

 

10 anos a trabalhar como actriz é fantástico. Tens tido um percurso fácil?

 

-  Oh sim, e agora são 12 anos já! J Eu adoro o que tenho vindo a fazer, e não o faria me sentisse de outra forma. Sinto-me afortunada pois viajo pelo mundo fora e contraceno com as melhores borrachos que existem na área. Portanto considero-me feliz por ser o que sou.

 

Teres filmes com o teu pseudónimo é gratificante para ti?

 

- Sim, eu criei esse nome logo no início e adoro-o desde então. Acho que reflecte imenso quem EU sou. Sou bastante positiva, e sempre a brilhar (shinning). J

 

O que é que gostas mais de fazer nos filmes?

 

-  Eu adoro beijar e lamber ratas. É um prazer e uma excitação enorme para mim.

 

Quando e como é que começas-te? Também eras modelo? Inicias-te como actriz por curiosidade?

 

- Eu estive no mundo da moda durante 3 anos antes de ter começado a “tirar as roupas”. Isso aconteceu mal eu fiz 18. J Nessa altura tinha começado a tirar fotos há dois anos, por isso comecei devagarinho. Penso que é por isso que por ainda cá ando.

 

 

Alguma vez te arrependes-te de teres escolhido a profissão de modelo e actriz pornográfico?

 

- Não, tanto a minha família e amigos estão tranquilos quanto ao que eu faço, por isso nunca tive vergonha de nada. Nunca fiz nada de desagradável nem pesaroso.

 

Tens alguma ideia de quantos filmes já participas-te?

 

- Honestamente? Não. J Devem de andar pelas centenas! ;)

 

Que projectos tens para o presente e futuro?

 

- Eu desejo continuar a fazer o que faço hoje, que continue a divertir-me e a mostrar algo novo. Eu desejo disfrutar da vida em geral.

 

Quando deixares de ser actriz o que pretendes fazer?

 

- Eu tenho alguns mundinhos a serem construídos no ramo erótico e também estou a gerir 5 sites, sem contar com a minha agência. Para além disso, eu e a minha equipa estamos a fazer filmagens a pedido de outras grandes companhias, portanto eu acredido que me vou manter neste campo. Eu também quero aprender fotografia e desejo capturer cenas a partir do meu ponto de vista. Eu julgo que serei uma boa fotógrafa.

 

Gostas de participar nos filmes do Viv Thomas?

 

- Oh sim, ele é a “marca” do género de filmes que eu, pessoalmente, adoro. Junta-se duas ou mais belas raparigas, e deixem-nas divertirem-se. Eu adoro o estilo dele portanto adoro estar por lá.

 

Como é que explicas a relação que o Viv tem com as suas actrizes? É como se fosse quase que um “casamento”, visto que fazem imensos trabalhos com ele e são como que uma família?

 

- É verdade, nós somos como uma pequena família. Penso que é por sermos tão bem tratadas e acarinhadas. Ele também escolhe as raparigas minuciosamente, que não são apenas bonitas mas que são também divertidas para trabalhar. E ficámos todas amigas, depois, especialmente quando passamos uma semana na casa dele em Portugal, acabámos por ficar ainda mais chegadas, portanto estamos sempre em contacto.

 

Penso que te estás a referir à Sandy, à Sophie, à Eve Angel, à Jo, à Vera, a mim... Nós ainda somos amigas, mesmo após tantos anos.

Qual é a importância dele no teu percurso e no teu trabalho?

 

- Quando eu comecei neste trabalho, ele foi um dos primeiros fotógrafos com quem eu trabalhei e demo-nos bem logo desde início. Fomos sempre grandes amigos e aprendi com ele nos meus primeiros anos. Hoje em dia, trabalhamos juntos e continuamos amigos. Acho isto tudo fantastico!

 

Quando eras adolescente imaginavas que virias a ser modelo e actriz pornográfica?

 

- Eu sempre quis ser modelo (a minha tia foi uma modelo famosissíma na Húngria) e eu eventualmente consegui sê-lo. ;) Mas, sinceramente, eu não gostava do mundo da moda. Era tão falso e aborrecido.

 

Foi fácil adaptares-te a este meio?

 

- Sim. Eu julgo que fui um pouco tímida nos primeiros 30 minutos, enquanto filmava a minha primeira cena e sempre que corria nua no cenário. J Eu julgo que no ramo erótico encontramos gente muito mais divertida.

 

Foi fácil entrares no meio, receberes convites e participar em castings para entrar nos filmes?

 

- Sim nunca tive problemas com isso. Eu sou uma sortuda pois o meu nome acabou por se tornar numa marca pouco tempo depois, por isso nunca mais tive problemas em entrar em castings. Eles apenas diziam “Sandra Shine? Ah ok, não precisas de aparecer, nós ficamos contigo.” J

 

Gostas de te ver nos DVDs e de ver o teu trabalho?

 

- Sinceramente eu não me costumo ver e tenho imensas cenas de bastidores no meu computador. Eu vejo-me bastante no grande ecrã, portanto quando quero desfrutar de um DVD normalmente procuro outras pessoas. J Mas sim, estou orgulhosa da minha prestação e das minhas cenas pois são bastante reais.

 

Agrada-te mais participares em cenas heterossexuais ou em cenas lésbicas?

 

- Eu só faço cenas lésbicas.

 

E quais é que te dão mais prazer sexual?

 

- Ah fazer cenas lésbicas é tão divertido! Eu adoro faze-las e vê-las, depois, também.

 

 

Gostas de ver porno em casa? Ou já estás farta de fazer e ver o que fazes que chegas a casa e não queres nada disso?!

 

- Eu não costumo ver muito, mash há certas e raras alturas em que eu tent over como se se tratasse de uma pessoa normal e não como uma professional. J Mas normalmente descubro até os mais pequenos erros.

 

Quando é que começas-te a ver porno? Gostavas do que vias? E hoje em dia agrada-te a maioria do porno que existe?

 

- Não me consigo recordar ao certo... Eu nunca fui grande fã de (ver) pornografia. Eu comecei cedo neste campo, portanto quando me começou a surgir o interesse de ver, já estava a praticar. J

 

Com quem é que gostas mais de contracenar?

 

- Eu julgo que contraceno com as melhores e mais quentes miúdas que existem. Porém, eu nunca “comi” as grandes actrizes da pornografia americana, como Tera Patrick ou a Jenna James.

 

Há alguma actriz com quem já trabalhas-te e que gostasses de trabalhar de novo?  E actor?

 

- Com todas as belas modelos, com quem antes contracenei e me diverti imenso. Gostaria de trabalhar novamente com elas, claro.

 

Tiveste alguma influência quando entras-te no porno? E hoje tens alguma influência?

 

- Nem por isso. Eu apenas me descobri a mim mesma e continuo a ser quem sempre fui.

 

És influência para algum actor ou actriz?

 

- Não.

 

Tiveste algum apoio quando começas-te?

 

- Tive agents que me ajudaram a ter trabalho, como toda a gente tem, mas para além disso não existe grande apoio ou todo o apoio que necessities. Se és bonita e de confiança, se trabalhas bem e tens um pouco de cérebro, faz toda a diferença

 

É fácil sair do armário e contar aos pais e amigos que se trabalha na pornografia?

 

- Não, não foi nada fácil contar à minha mãe. Eu deixei uma revista de fora e de maneira a que ela a encontrasse e soubesse por ela. Depois tivemos uma conversa rápida acerca disso e ela não estava, óbviamente, nada feliz com esta notícia. Porém, 3 dias depois, ela veio ter comigo, pediu-me desculpa e disse que se eu sabia o que estava a fazer e a juntar dinheiro, por ela estava tudo bem. Hoje em dia ela está muito orgulhosa do que eu tenho vindo a fazer, onde cheguei e construí por mim mesma.

 

 

O que é que te provoca e excita?

 

- Eu não tenho nenhum fetish que seja considerado estranho. Eu apenas gosto de sexo simples mas apaixonante, em geral. Adoro praticar sexo oral ao meu parceiro e também gosto de fazer raidinhas em sítios diferentes e invulgares. J

 

Tiveste alguma mulher ou homem que te tenha surpreendido na cama nas rodagens - no sentido em que olhas-te para eles e não te transmitiam a garantia que fosse uma boa foda, mas depois na hora H fizeram maravilhas?

 

- Hmm nem por isso.

 

Tens alguma história divertida ou caricata que queiras contar?

 

- Nós estamos sempre a brincar no studio, somos brincalhonas e patetas, portanto há imensas histórias.

 

Em que locais é que já foste filmada e qual é que gostas-te mais?

 

- Eu amei filmar nas Caraíbas. Adoro o sol e o mar.

 

Pensas ser actriz até que idade?

 

- Eu não planeio dessa forma. Quando julgar que já chega, provavelmente páro. J

 

Obrigado pelo teu tempo, e disponibilidade, e força, votos de continuação de bom trabalho.

 

- Obrigada eu pela fantástica entrevista! Adorei responder a elas! Se desejas saber e visualisar mais sobre o meu trabalho, sente-te à vontade de visitares o meu site oficial: www.SandraShineLive.com

Beijos

 

 

Entrevista por Pedro Marques

 

Tradução e correcção Sílvia Dias.

 

publicado por provoca-me às 23:20
link do post | comentar | favorito
|

Interview - Sandra Shine

Interview - Sandra Shine

 

Do you have an easy time finding models to pose for you, or to be porn actresses for your website?

 

-Yes I run my own model agency too so its eay access for me. Its www.SandrasModels.com

 

Is it easy to be an agent?

 

-Well, it depends what we call easy J  Sometimes it’s hard with the models as some comes in late, the other never shows up and you have to re-organize everything in 2 minutes but I rather have few well working models than 200 that are unreliable.

 

 

“What was the boldest scene you’ve ever done?

 

-Not sure what you mean by the word ”bold” but I guess that silliest? I love all kinds of scenes in uniforms that requires a little silliness like me being the naughty santa clause or me being the Easter bunny J Stuff like that”

 

 - What was the boldest thing you've ever done in movies?

 

- As in, the  most "over the edge", insane thing, you consider you practiced/did.
-I fisted myself in one movie I did for my site. I never thought I would be
able to to
it but it turned out that I pretty much enjoyed it and came like 3 times

 

What would you never do in a porn movie?

 

-I don’t shoot with boys at all I only did a foot job scene recently because I wanted to shock and surprise my fans. Some were very happy about it and some werent. Im much into foot fetish so I actually liked it J

 

10 years working as an actress is amazing. Have you been having an easy going path, so far?

 

-Oh yes BTW the number is 12 now J I like what Im doing I wouldn’t if I didn’t. Im lucky as I travelled around the world and shot wuth the best looking babes. So I consider myself happy as what I am .

 

Having your nick-name in movies is rewarding to you?

 

-Yes I came up with that name at the very beginning and loving it every since. I think its ME in the name as well. Im very positive, always shining J

 

 

What is your favorite thing to do in porn movies?

 

-I really like kissing and licking pussies. It’s a big turn on for me.

 

How were you when you first started? You were, also, a model and started to be a porn actress out of curiosity?

 

-I’ve been in the fashion biz for 3 years before I started to take my clothes off. That happened when I turned 18 straight J Back in the years I only did photos for over 2 years so I started off slowly. I think that’s why Im still here.

 

Have you ever regretted yourself for being a model and a porn actress?

 

-No both my friends and my family is cool with what Im doing so I never had to be ashamed for anything. I never did anything nasty or regretful.

 

Do you have any idea about of how many movies did you do.

 

-Honestly? Nope J Must be a few hundreds ;)

 

What are your present and future plans for personal projects?

 

-I wish to continue what Im doing for the time that I still have fun and can show something new. I wish to enjoy life in general.

 

When you quit being an actress, what are you planning on to be?

 

-Im having a little worls built up in the erotic business as Im not only running 5 sites and my agency but also me and my crew are shooting content on request for other big companies so I believe I will stay in this field. I also want to learn photography and wish to shoot from my point of view. I think I will be a good photographer.

 

Do you like participating on Viv Thomas’ movies?

 

-Oh yes he is the brand for the type of movies I personally like. Put two or more beautiful girls together and le them have fun. I love the style so I enjoy being there.

 


- The Viv Thomas' question about his models and marriage: what I meant 
was, they're pretty much like a family because they work together 
since they can remember, and I believe they care for eachother alot. 
Do you think it's like Viv Thomas is "married" to his models?


-Thats true, its like a little family there at Viv's. I think maybe its
because we are treated well, and he is selecting the girls together who are not only
pretty but also fun to shoot with. And we became friends after. Specially when we
spend a week at his place in Portugal we get closer to each other so we keep in touch
ever after. I think you mean Sandy, Sophie, Eve Angel, Jo, Vera, me... We are still
friends after so many years.

 

What is his importance, for you, in your career?

 

-When I started out in this business, he was one of the first photographers who I shot with and we got along very well from the beginning. We’ve always been good friends and I learned a lot from him at my early years. Now we work together and we are still friends. I thinks thats great!

 

 

When you were a teenager, did you ever imagined yourself being what you are now?

 

-I always wanted to be a model (my aunt was a famous fashion model in Hungary)
so I somehow managed ;) Seriously I didn’t like fashion modeling. It was so fake and boring.

 

Was it easy for you to get along in this area?

 

-Yes I think I was a bit of shy in the first 30 minutes of my first shoot and every since that I run around naked on the set J  I think in erotic biz there are much more fun people.

 

Was it also easy for you to become part of this area, receive invitations or participating in castings?

 

-Yes I never had a problem with that. Im lucky as my name became a brand after a while so I didn’t have to enter any castings anymore. They just said, Sandra Shine? Oh ok no need to come in we book you J

 

Do you like seeing yourself when working, on DVDs for example?

 

-I dont really look myself back I have so many behind the scenes work on the computer I see myself a lot on screen so when I come to enjoy a DVD I usually look for somebody else J But yes Im proud of my scenes as they are pretty real.

 

What does it pleases you the most: participating in hetero or lesbians scenes?

 

-I only shoot lesbians.

 

And what are the ones that gives you most sexual pleasure?

 

-Oh lesbian movies are much fun! I enjoy doing them and watching them too.

 

Do you like watching porn while you’re alone at home, or are you so ‘sick’ of it that you don’t want to see anything when you’re at home?

 

-I don’t really watch them but in such rare times I try to look at it as a normal viewer not like a pro J But I usually discover all little mistakes.

 

When did you first start watching porn? Did you like what you used to see? And what about today, do you think that, overall, the porn’s quality is good?

 

-I cant really recall this… I’ve never been a great fan of watching movies. I started early in the business so when it started to interest me I was already doing it J

 

 

With whom do you like to act with, the most?

 

-I shot with the best babes I think. I never did the big US porn actresses like Tera Patrick or Jenna James though.

 

Is there any actress with whom you’ve worked with in the past that you would like to work again? And what about an actor?

 

-All the beautiful models I shot with and had fun would like to shoot some more of course.

 

Did you have any influence when you entered this work? And today, do you have any?

 

-Not really. I just discovered myself and follow the same real fun still.

 

Do you know if you are an influence, or role model, to any actress or actor?

 

-No.

 

Did you have some kind of support when you first started your career?

 

-What you mean by support? I had agents who helped me getting work like everybody else but other that that there isn’t much support you need. If you are pretty and reliable and work well and you even have a little brain that does the magic.

 

Is it easy to come forth and tell your parents and friends that you’re working as a porn actress?

 

-No it wasn’t easy to tell my Mom. I left out a magazine and let her find it and we had a quick talk she wasn’t too happy obviously. But then after 3 days she came to me to apologize and told me that if I know what Im doing and saving my money she is cool.
Now she is very proud of what I built out of it.

 

In sex, what do you like the best?

 

-I dont have any weird fetishes, I like simple but passionate sex in general. I love doing oral to my partner and I also like having quick rounds on unusual places J

 

While filming, did you act with any girl or guy that really did surprised you while doing the sex scene?

 

-Hmm not really.

 

Do you have any funny story that you’d like to tell us?

 

-We always play around on the set being goofy and silly so there is a few.

 

 

 

Among all the places that you had to film, what were the ones that pleased you the most?

 

- I loved shooting at the Caribians. I love the sun, the sea.

 

You’re thinking on being an actress until what age?

 

-I didn’t plan on that when I think its enough I will probably stop J

 

Thank you so much for your time. I wish you all the best of luck with your work!

 

-Thank you for the cool questions I enjoyed answering them!


If you wish to see more of me please come to my official website:
www.SandraShineLive.com

Kisses

 

 

Interview by Pedro Marques

 

Translation and correction by Sílvia Dias

 

 

publicado por provoca-me às 19:25
link do post | comentar | favorito
|

Broche

Porque é no broche o homem tem a mania de meter a mão na cabeça da mulher e assumir o controlo, deixam a mulher trabalhar à vontade. Que mania do carago.

publicado por provoca-me às 01:38
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 3 de Dezembro de 2011

Legalização ou não da Prostituição

Trabalho sexual: legalização levanta dúvidas Especialistas da saúde dizem que legalização pode ser «a melhor das soluções possíveis» Por: Redacção / ACS | 25- 11- 2011 18: 20 41Share Comentários Prostituição

 

A possibilidade de integrar o trabalho sexual num enquadramento legal levanta dúvidas, mas pode ser «a melhor das soluções possíveis e algo que tem de ser debatido «sem tabus», disseram esta sexta-feira vários especialistas em saúde. De acordo com o coordenador nacional para a infecção VIH/SIDA, Henrique de Barros, que participou no seminário «Trabalho sexual e direitos humanos» organizado pela Associação Piaget para o Desenvolvimento (APDES), há «vantagens inequívocas» como «a protecção das pessoas que fornecem serviços sexuais», enquanto do lado das desvantagens se encontra a mercantilização de algo «que está, provavelmente, na fronteira da dignidade da pessoa», noticia a agência Lusa. A coordenadora do projecto Porto G da APDES, Alina Santos, explicou à agência Lusa que se deve iniciar um debate a sério sobre o assunto, apelando à participação de investigadores, trabalhadores do sexo, juristas e outros profissionais que possam ajudar a definir o caminho do processo. O antigo secretário de Estado da Saúde Manuel Pizarro afirmou à agência Lusa não ter uma opinião formada sobre o assunto, mas acredita ser algo que «deve ser discutido sem tabus», de modo a saber-se se o trabalho sexual deve ou não ser regulamentado e protegido, à semelhança de outras profissões. «Eu sou inequivocamente contra qualquer forma de criminalização das transacções comerciais de sexo. E sou inequivocamente a favor da repressão do proxenetismo e da exploração da violência que obrigue pessoas a prostituírem-se. A transformação num quadro legal do trabalho sexual como outra profissão qualquer é uma situação mais complexa, declarou Henrique de Barros. O Porto G viu esta sexta-feira serem apresentados os resultados de três anos de projecto, durante os quais, por 4.750 euros por mês, contactou com um total de 602 pessoas em 1.643 ocasiões, encontros que duraram uma média de 80 minutos. Desse projecto resultou a vacinação de 139 pessoas, de hepatite B a tétano e rubéola, tendo sido distribuídos 88.698 preservativos e marcadas 1.242 consultas, 358 das quais receberam acompanhamento pessoal. Alina Santos estabeleceu a comparação entre os 57.000 euros gastos por ano pelo Estado no Porto G com os custos de tratamento de pessoas infectadas com VIH/SIDA, que rondam os 10.000 euros por ano por indivíduo.

publicado por provoca-me às 19:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Eva Plaisir com desejos

. Sexo oral só é pecado “ca...

. Ponto Quê? O Prazer no Fe...

. Eva Plaisir lê o texto Al...

. Orgias Homossexuais no Va...

. Mulher Abandonada

. Entrevista a Lilyanne Blo...

. Beijando

. Interview - Lilyanne Bloo...

. Vinho no corpo de uma mul...

.arquivos

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

páginas pessoais
blogs SAPO

.subscrever feeds